MPEs: linha de crédito irá destinar R$ 1 bilhão para as micro e pequenas empresas
24 jan

MPEs: linha de crédito irá destinar R$ 1 bilhão para as micro e pequenas empresas

Notícias

A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e o Sebrae se uniram em uma parceria que deve injetar R$ 1 bilhão em créditos para 4 mil micro e pequenas empresas que tenham receita bruta de até R$ 4,8 bilhões. A ideia foi apresentada para mentores, criadores, investidores e empreendedores de startups de todo o país, durante o Rio Innovation Week.

A escolha do Rio Innovation Week, um dos maiores eventos de inovação e tecnologia do Brasil, era o ambiente essencial, pois estiveram presentes o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick; o diretor de administração da Finep, André Godoy; a chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos do Ministério da Economia, Daniela Marques e o diretor superintendente do Sebrae-RJ, Antonio Alvarenga.

Para Marcos Pontes, “Há muitas soluções e sonhos aqui que dependem apenas de um empurrãozinho. Essa parceria direto com Sebrae e Finep, vai apoiar esses projetos. Chamo atenção de todos vocês para o programa ‘Centelha’ e o ‘Catalisa’, que também são iniciativas de fomento à inovação com inscrições abertas”, aponta.

Segundo a chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos do Ministério da Economia, o esperado é injetar mais e mais milhões, para assim crescer o mercado e a economia brasileira.

Da mesma forma, Bruno Quick pensa que conseguir crédito para projetos de inovação é um dos maiores desafios para micro e pequenas empresas, mas com essa parceria, os negócios terão muitas oportunidades, como taxas de juros mais competitivas, prazos de carência e consultoria com o Sebrae para crédito assistido, o que para Antônio Alvarenga é mais seguro e eficiente às empresas atendidas.

Programa Brasil Mais

Essa iniciativa também foi apresentada durante o Rio Innovation Week, com coordenação da Secretaria Especial de Produtividades e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME), realização Sebrae, em parceria com Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e o serviço Nacioanal de Aprendizagem Industrial (Senai).

O programa tem mostrado uma excelente oportunidade para que empresas melhorem a sua produtividade e faturamento, por meio de ferramentas de baixo custo e alto impacto.

Estudo recente feito pelo Sebrae, revela que empresas atendidas pelo Brasil Mais apresentam faturamento, em média, 42% superior às micro e pequenas empresas, durante o período da pandemia. O levantamento apontou um aumento médio de 52% na produtividade e 18% no faturamento.

Sócio-fundador da Bossa Nova Investimentos, João Kepler, revela em seu discurso para startups menores, que “não pode olhar só a foto, veja o filme completo do seu negócio. Há empresas que não dão lucro nenhum e ainda sim têm seu valor, possuem grande potencial de crescimento.

Para Kepler, inovação não é só tecnologia, é sobre pessoas, possibilidades e soluções.

Fonte: com informações SEBRAE

compartilhar

BUSCA

Categorias