Recursos Humanos
24 jan

Recursos Humanos

Notícias

Em um cenário de acirrada competitividade, em qualquer segmento produtivo, o desempenho dos trabalhadores mostra-se o principal diferencial que pode garantir a sobrevivência e o crescimento das organizações. Entretanto, mesmo com todos os esforços despendidos a fim de entender quais as melhores estratégias para gestão das pessoas, o que ainda se observa é uma grande dificuldade em obter desempenhos superiores e alcançar as metas e os propósitos organizacionais. Dentro desse contexto, a busca da melhoria do desempenho dos trabalhadores pode ser realizada através de técnicas mais coercitivas, que são eticamente questionáveis e pouco eficazes, ou através de estratégias que visem o desenvolvimento, a participação e a colaboração de uma forma mais ativa, consideradas as mais eficazes e assertivas e que têm sido demasiadamente investigadas. Nessa perspectiva, tem-se buscado ampliar os conhecimentos acerca dos vínculos que os empregados estabelecem com as organizações e, assim, o conceito de comprometimento adquiriu uma grande relevância, visto que é operacionalizável em termos empíricos e apresenta um bom poder de preditibilidade de desempenhos favoráveis no trabalho. Em virtude disso, nos últimos trinta anos esse conceito tem sido amplamente analisado e debatido, além de ter ganhado uma posição de destaque nos estudos do comportamento organizacional.

Quer saber mais a respeito? Fale com a gente 😉

 

compartilhar

BUSCA

Categorias